Telmário MotaTelmário Mota (PDT), senador por Roraima, foi preso participando de uma rinha de galo no dia 12 de agosto de 2007, o então vereador Telmário (hoje senador por Roraima) foi preso em flagrante e estava acompanhado de mais 22 pessoas no Município de Alto Alegre, a 90 quilômetros de Boa Vista, na operação “Galo de Ouro”, da Polícia Civil, conforme a Folha de Boa Vista.

 

 

 

 

Em 2014, foi multado em 5 mil reais por propaganda eleitoral antecipada. Há prova documental, consistente em fotos do carro de som, cartazes, DVD, fotos e publicações em rede sociais da internet.

Rinha de galo é crime segundo o artigo 32 da Lei 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais) na A Legislação Brasileira de Proteção ao Meio Ambiente. Participantes podem pegar de 3 meses a 1 ano de prisão e nenhum cidadão pode alegar o desconhecimento da lei em sua defesa. A rinha de galo consiste no embate entre dois animais, os chamados galos de briga, e é normalmente acompanhada por cidadãos que realizam apostas altas.

Políticos como Telmário Mota não merecem ser eleitos.

Fontes: TRE-RR, Folha da Boa VistaFato Real